Como melhorar a velocidade do windows 10

Se você está tentando descobrir como acelerar o Windows 10, veio ao lugar certo. Embora o Windows 10 seja sem dúvida o sistema operacional codificado mais eficiente da Microsoft, entendemos que ele também possui um grande número de recursos que exigem grandes quantidades de recursos do sistema. Mesmo que sua iteração mais recente seja incorporada com recursos extremamente úteis para melhorar a eficiência geral, o desempenho do seu computador ainda pode diminuir.

Há vários suspeitos comuns que provavelmente são responsáveis ​​por essa desaceleração. Isso inclui bloatware, arquivos temporários e hardware menos poderoso. E, certamente, você pode fazer algo sobre eles para acelerar o Windows 10 e colocar o desempenho do seu computador de volta à perfeição.

Neste guia, exploraremos dez das melhores maneiras de acelerar o Windows 10 hoje, desde a desfragmentação e limpeza de programas indesejados à desativação de efeitos especiais supérfluos e até a realização de atualizações de hardware. Vamos mostrar como acelerar o Windows 10.

1. Reinicie seu PC

Embora isso possa parecer um passo óbvio, muitos usuários mantêm suas máquinas funcionando por semanas por vez. O Windows 10 colocará a tela automaticamente no modo de espera, mas qualquer processo iniciado anteriormente continuará. Estes podem acumular-se com o tempo e tornar o computador mais lento…

Você pode corrigir esse problema desligando o PC todos os dias após terminar de usá-lo, clicando no botão Windows e selecionando o botão ‘Ligar / Desligar’. 

Certifique-se de fechar todos os programas em execução e salvar seu trabalho antes de fazê-lo. Se o seu PC tiver desacelerado na medida em que você não pode exibir o menu do Windows, mantenha pressionado manualmente o botão Liga / Desliga até que o computador esteja totalmente desligado.

2. Atualização, Atualização, Atualização

A Microsoft libera continuamente atualizações para o Windows 10, projetadas para corrigir erros comuns que reduzem o desempenho do sistema. Alguns deles são relativamente pequenos, enquanto outros fazem mudanças significativas no seu sistema, maximizando a eficiência.

Se o desempenho da máquina estiver atrasado, abra o menu do Windows e digite ‘Atualizar’ na barra de pesquisa e clique em ‘Verificar atualizações’ para acessar suas configurações.

Se uma atualização importante estiver disponível, salve e faça backup dos seus dados pessoais antes de continuar. Pode ser necessário reiniciar o seu PC várias vezes para aplicar todas as atualizações disponíveis. Se já faz algum tempo desde a sua última atualização, clique em ‘Verificar atualizações’ novamente após reiniciar para garantir que não haja mais disponíveis.

3. Verifique os aplicativos de inicialização

Os PCs podem ficar atolados pelo grande número de processos em execução. Isso ocorre geralmente porque muitos instaladores instruem o Windows a executar seus programas imediatamente após o login, diminuindo a velocidade do sistema. 

Para verificar seus programas de inicialização, abra o Gerenciador de tarefas (Ctrl + Alt + Del) e clique na guia ‘Inicialização’. Preste muita atenção aos valores de ‘Impacto na inicialização’ de cada programa, por exemplo, ‘Alto’, pois essa é uma boa maneira de identificar aplicativos que provavelmente tornarão seu sistema mais lento.

Para impedir que um programa seja iniciado no login, clique com o botão direito do mouse e escolha ‘Desativar’.

4. Execute a limpeza de disco

A Limpeza de disco é um utilitário Windows extraordinariamente embutido. Você pode usá-lo para limpar arquivos temporários que se acumulam na sua máquina, como miniaturas de imagens, arquivos de programas baixados e páginas da web offline.

Clique no menu Windows e digite ‘Limpeza de disco’ na barra de pesquisa para começar. O utilitário oferece uma escolha de arquivos para remover. Basta marcar a caixa de seleção ao lado de cada opção. Clique em ‘Limpar arquivos do sistema’ para começar. A Limpeza de disco calculará a quantidade de espaço que você economizará.

Essa também é uma boa oportunidade para excluir todos os arquivos do disco rígido que você não precisa mais. Um lugar fácil para começar é a pasta ‘Downloads’.

5. Remova o software não utilizado

Muitos fornecedores de PC enviam suas máquinas com software de terceiros, que devido ao seu tamanho grande e natureza desnecessária, às vezes é chamado de ‘Bloatware’. Muitos usuários de computador também instalam software para uma finalidade específica e nunca o usam novamente, por exemplo, projetando um boletim.

Programas redundantes ocupam espaço no disco rígido e podem reduzir o desempenho. Para verificar os aplicativos instalados, vá para ‘Painel de Controle’> ‘Programas’> ‘Programas e Recursos’> ‘Desinstalar um Programa’. 

Clique com o botão direito do mouse nos programas que você não precisa mais e selecione ‘Desinstalar’. O Windows 10 solicitará permissão para fazer alterações no seu sistema. Clique em ‘Sim’ para continuar.

6. Desativar efeitos especiais

O Windows 10 é bastante pesado no lado de efeitos especiais. Por padrão, o Windows e outros recursos estão programados para aparecer e desaparecer de vista. Outros recursos que exigem muitos recursos, mas desnecessários, incluem translucidez e animações.

Para levar o seu PC de volta ao básico, abra o menu do Windows e procure por ‘Sistema’, vá para a guia ‘Configurações avançadas’ e selecione ‘Configurações de desempenho’. 

Na guia ‘Efeitos visuais’, clique no botão de opção ‘Personalizado’. A partir daqui, você pode desmarcar as caixas de seleção ao lado de quaisquer efeitos visuais que deseja desativar. Clique em ‘Aplicar’ para confirmar suas alterações.

7. Desativar efeitos de transparência

Além de fazer um uso intenso dos recursos do sistema para exibir recursos como animação, o Windows 10 também emprega efeitos de transparência para determinados recursos, como o menu de tarefas. Esse efeito aparentemente leve e simples é realmente bastante complicado de desenhar, pois o sistema precisa calcular o mesmo plano duas vezes.

Para desativar os efeitos de transparência, abra o menu do Windows e digite ‘Iniciar’, logo após clique nas configurações de ‘Cor’. A partir daqui, você pode optar por desativar a transparência. 

Você também pode alterar o modo de aplicativo padrão aqui entre ‘Claro’ e ‘Escuro’. Isso não afetará a velocidade do sistema, mas poderá facilitar a visualização da sua área de trabalho.

8. Atualize sua RAM

A velocidade geral do seu PC pode ser extremamente aprimorada aumentando a quantidade de memória virtual (RAM). O Windows 10 requer um mínimo de 4 GB para funcionar sem problemas, embora isso não leve em consideração os aplicativos com fome de recursos, como videogames.

A solução mais fácil para isso é instalar mais RAM. O seu PC possui um certo número de ‘slots’ de RAM nos quais você pode inserir chips. Para determinar o tipo de memória que sua máquina usa, abra o Gerenciador de tarefas (Ctrl + Alt + Del) e clique em ‘Desempenho’. O sistema exibirá todos os slots de memória em uso, bem como o tipo de uso, por exemplo, DDR4.

Instalar novos chips de RAM é bastante simples. Se você fizer isso, use uma pulseira antiestática para evitar danos a componentes delicados. Como alternativa, muitas lojas de reparo de PCs terão prazer em fazer a atualização do hardware por uma pequena taxa.

9. Use um SSD

Os SSDs (unidades de estado sólido) usam memória Flash, o mesmo tipo encontrado em pen drives. Eles permitem tempos de acesso e gravação muito mais rápidos do que os discos rígidos mecânicos tradicionais que usam discos magnetizados.

Os SSDs custam muito mais por GB do que os discos rígidos comuns, mas se você estiver disposto a pagar o custo, notará uma enorme melhoria no tempo de inicialização, nos tempos de acesso aos arquivos e na resposta geral do sistema. 

Se você deseja comprar um SSD para instalar a si mesmo, verifique se possui o tamanho correto para sua máquina (2,5 “para dispositivos portáteis, 3,5” para máquinas de mesa). Você pode usar um software gratuito como o Clonezilla para copiar o conteúdo do disco rígido atual para o seu novo SSD. 

10. Execute Manutenção do Sistema

O Windows 10 possui um utilitário interno que executa tarefas rotineiras de manutenção do sistema, como desfragmentar o disco rígido, verificar atualizações e verificar se há malware.

Essas tarefas geralmente são executadas em segundo plano enquanto o PC está ocioso, mas se você notou um problema no desempenho do sistema, pode executar a manutenção manualmente, se desejar.

Para começar, abra o Painel de Controle, selecione ‘Sistema e Segurança’ e escolha ‘Segurança e Manutenção’. Clique na seta para expandir as opções de manutenção. A partir daqui, você pode selecionar ‘Iniciar manutenção’. Feche e salve os arquivos abertos antes de prosseguir.

Fonte: https://www.techradar.com/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *