COMO A TECNOLOGIA PODE AUXILIAR NO PROCESSO AUDITIVO

A audição é um dos cinco sentidos do corpo humano. Sendo ela, considerada por muitos o mais importante sentido, pois é responsável em alertar o indivíduo, auxiliando em sua própria defesa. Além de que a audição é um importante fator responsável pelo processo de comunicação do ser humano, pois ela auxilia no desenvolvimento do principal canal de linguagem humano, a fala.

Assim, o que fazer quando o processo auditivo apresenta algum distúrbio ou deficiência que prejudique o processo de audição e consequentemente que implica no desenvolvimento do principal meio de comunicação do ser humano?

Para entendermos as formas auxiliadoras do processo auditivo, primeiro devemos ter conhecimento sobre os problemas que afetam a audição. Acompanhe!

Problemas na Audição

A perda auditiva pode ocorrer em uma ou mais partes do ouvido, sendo ocasionada por aspectos influenciadores externos ou internos. Além de que, a perda auditiva pode ser congênita (presente no individuo desde o seu nascimento) ou adquirida (presente no indivíduo após o seu nascimento).

A maioria das pessoas associa a perda auditiva com o avanço de idade, porém nem sempre esse aspecto é o único fator determinante, sendo infecções e lesões grandes determinantes para o surgimento de algum problema na capacidade auditiva.

A perda auditiva causada pelo avanço da idade é ocasionada pelo desgaste contínuo do sistema auditivo ao longo da vida. Geralmente o indivíduo apresenta dificuldades para ouvir vozes suaves e sons muito baixos.

Quando o individuo é exposto a ruídos excessivos continuamente, como barulhos de construções, fábricas, trânsito, o processo de perda auditiva do indivíduo pode ser acelerado. Nesses casos o uso de protetores articulares é primordial para a prevenção.

O uso de fones de ouvido para escutar música, essencialmente se ela estiver em volume muito alto, é fator determinante para o aceleramento do processo de perda auditiva. Especialistas recomendam uso de no máximo 1 hora por dia em volume mediano.

Vale ressaltar que infecções frequentes causados por gripes, resfriados ou até mesmo por aspectos crônicos podem influenciar a saúde do ouvido e qualidade da audição.

Uso da Tecnologia Auditiva

A tecnologia auditiva permite que o individuo com problemas na audição possa ouvir normalmente. Esse processo utiliza o auxílio da tecnologia para converter as ondas sonoras em sinais elétricos, direcionando-os ao aparelho interno, permitindo que assim o indivíduo possa escutar normalmente.

Dentro desse contexto podemos destacar a eficácia dos aparelhos auditivos nesse processo.

Os aparelhos auditivos possibilitam que o som seja recebido pela cóclea e assim decodificado normalmente como faria o ouvido em seu estado normal de funcionamento.

Os aparelhos auditivos variam entre diversos modelos, que permitem direcionamento focal da audição, sendo que alguns podem ser conectados aos aparelhos smartphones dos usuários. Aliás vale ressaltar que parte considerável dos aparelhos digitais hoje são digitais, justificando a ideologia de que a tecnologia está cada vez mais alinhada ao auxílio no processo que proporciona a audição.

Essencialmente, pelo fato de que a perda de audição pode ser leve, moderada ou intensa e o uso de um aparelho auditivo ou qualquer outro recurso tecnológico auditivo deve ser selecionado de acordo com o tipo e intensidade da perda auditiva.

Em todos os caso a melhor opção nesse cenário é, sem dúvida, um diagnostico detalhado feito por um médico especializado. Por isso, aos primeiros sinais de zumbido ou falha na capacidade auditiva procure um médico especializado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *